sábado, 19 de novembro de 2011

Por um ideal de amor

Por um ideal de amor eu seguiria
até me esquecer de onde estava
até sentir o amargo da palavra
no coração que sofre esta agonia.

Por um ideal de amor entregaria
a vida à vida toda que te dava
seria astro e rei que governava
os sonhos em que dormes cada dia.

Seria mais que o sol, mais que o mar
seria mais que o medo ou o temor
de deixar de ser quem me conheço.

Seria a palavra, o verbo amar
o abraço, o beijo, o doce amor
em vez da cruel dor em que enlouqueço...

Miguel Afonso

3 comentários:

Silviah Carvalho disse...

Nossa!! que magnifíco.
O amor e a dor andam juntos com um objetivo: Afastar-se.
Abraço.

Felipa disse...

O amor é um ideal perseguido
mas tão poucas vezes conseguido...

Miguel Afonso disse...

Silviah Carvalho deixou um novo comentário na sua mensagem "Por um ideal de amor":

Nossa!! que magnifíco.
O amor e a dor andam juntos com um objetivo: Afastar-se.
Abraço.

A querida Silviah enviou este comentário ontem, mas não sei por que não entrou.
Beijinhos