sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Longe

De tal forma te encontras longe de mim
que o mundo desabou e eu nem percebi:
só tenho o pensamento no teu nome
tenho a ânsia de em ti matar a fome
e a vida toda pra sofrer por ti.

Miguel Afonso

3 comentários:

Felipa disse...

Longe ou perto, não importa
a distância é um sentido
que se esconde atrás da porta
dentro de um sonho esquecido.

Abç

Isabela disse...

A distância deveria ser um crime quando entre amantes.
Dói deverás mais do que uma apunhalada.

Obs.: E a cada dia me encanto mais pelas tuas letras... Lindo poema!

Miguel Afonso disse...

Isabela deixou um novo comentário na sua mensagem "Longe":

A distância deveria ser um crime quando entre amantes.
Dói deverás mais do que uma apunhalada.

Obs.: E a cada dia me encanto mais pelas tuas letras... Lindo poema!

A querida Isabela enviou este comentário no dia 14 deste mês, que não sei por que não entrou.
Beijinhos, minha querida amiga