sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Feitiço

A minha vida era simples
até tu apareceres e baralhares todo o seu sentido;
a magia do amor era um feitiço
que eu ansiava descobrir no teu olhar.

O medo de te perder depois
encheu a minha alma
o meu coração rasgou-se em dois
partiu-se e sufocou em si a dor
de amar e não te ter junto a mim.

A minha vida era simples
era simples, sim
até tu baralhares todo o sentido do meu peito
e me prenderes num feitiço
que eu ansiara e nunca descobri.

Miguel Afonso

2 comentários:

Felipa disse...

Como diria o outro: foi feitiço, ou o que é que te deu?

Bjk

Nita disse...

Vim…
Gostei…muito…
Sim, vou voltar...

Paz…harmonia…saúde…sucesso…
Todos os dias!

Um beijo da Nita.
De boa noite…:)