domingo, 11 de novembro de 2012

Quadras ao gosto popular

Dei-te um beijo perfumado
a rosas e a jasmins,
fiquei preso a esse agrado
como as flores aos jardins.

Alma de prata ou de ouro,
ó quem me dera saber
se esse teu cabelo louro
já era assim ao nascer...

Se há glória neste mundo
quem o pode perceber?
Será assim tão profundo
e glorioso o prazer?

Foste ao cinema comigo?
Mas eu não estou lembrado...
A ver se da próxima vez
permaneço acordado.

Ó meu amorzinho,
será que essa mágoa
a cura um beijinho
ou um balde água?

Não amar nem adorar
não é viver neste mundo,
é ver o sol e o mar
com olhos de moribundo.

Para o Brasil eu iria
de vapor ou de avião
em troca da companhia
que me dá teu coração.

Miguel Afonso

2 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Um poema tão bonito e sem um comentário? Não é justo.Gostei
imenso do mesmo, amigo.
Desejo que esteja bem.
Beijinhos
Irene Alves

Felipa M. disse...

Quadra é um estilo de que gosto muito!