quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Nessa noite afoguei mágoas


Nessa noite afoguei mágoas
vi dentro de ti quem tu não eras
e de novo entrei nas mansas águas
em que navego e sigo vãs quimeras.

Miguel Afonso

2 comentários:

FÊNIX CRUZ disse...

Aiiii...quem me dera "escrever mal" como você... um dia chego lá...

Quanto à Amiga: eu quero ela para mim também!!!( estou precisando de uma(um).

Em suma - Você é incrível e, por favor, sem tantas modestia!

Um beijo no coração!

FÊNIX CRUZ disse...

Ah! Desculpe-me pela informalidade!